Caixas de gordura e caixas d'água precisam ser limpas e higienizadas semestralmente

Caixas de gordura e caixas d'água precisam ser limpas e higienizadas semestralmente

Medida evita mau cheiro e proliferação do Aedes aegypti

Um almoço de família em um domingo é interrompido por um mau cheiro que vem da cozinha. O problema pode estar na caixa de gordura, responsável por impedir que a gordura dos alimentos seja conduzida pela tubulação, chegando à rede de esgoto. Em cozinhas industriais ou em residências, a principal função da caixa de gordura é evitar que as tubulações e os canos fiquem entupidos, mas sua importância vai além do simples escoamento da água que sai da torneira.

Sem a limpeza preventiva adequada e na periodicidade certa, a retenção de resíduo, que permite que a água utilizada na cozinha siga pela tubulação, pode causar entupimento na pia e mau cheiro em todo o ambiente. O tempo de manutenção e a maneira de limpeza dependem do uso, material da caixa e local de instalação. O indicado por especialistas é a higienização aproximadamente a cada seis meses, ou quando a caixa estiver cheia, mas dependerá da quantidade de gordura gerada, pois isso é resultado direto da quantidade de pessoas existentes na casa e seus hábitos e costumes.“Se não há limpeza, pode retornar resíduo para a sua cozinha, o que vai ocorrer em qualquer caixa de gordura, seja de concreto ou de PVC”, diz Grasiela Moura, executiva de produtos da Tigre. 

A empresa lançou uma caixa de gordura de PVC, de corpo único, exceto pela tampa, que tem uma borracha para garantir a vedação. 

Para a limpeza de uma caixa de gordura comum, de concreto, é necessário um pé de cabra para abrir a tampa, retirar toda a gordura de dentro da caixa e depositar dentro do saco de lixo. Com uma espátula, é possível retirar a gordura presa na parede da caixa. Quando restar apenas líquido dentro da caixa, a limpeza está concluída. 

No caso da caixa de PVC, a tampa de acabamento pode ser retirada com espátula ou chave de fenda, para remover a cesta de limpeza da caixa e despejar o conteúdo em um saco de lixo. “Pense em um balde cheio de furinhos e com alça. Não há contato com o resíduo de cozinha para fazer limpeza”, ressalta Grasiela. Em seguida, basta encaixar a cesta e a tampa novamente no local. 

Assim como as caixas de gordura, as caixas d'água merecem a mesma atenção e a limpeza delas pode também ser feita pelo próprio morador. “A limpeza será para garantir a potabilidade da água, a saúde das pessoas que usam a água”, orienta Grasiela. 

Além de garantir uma água de qualidade para consumo, a limpeza da caixa d'água é benéfica no combate à proliferação do Aedes aegypti, transmissor da dengue, da zika e da chikungunya. 

Caixa d'água 

Passo a passo para uma limpeza correta 


» O registro da entrada de água da casa precisa ser fechado ou amarrada a boia da caixa. O fechamento do registro pode ser feito um dia antes da lavagem. Assim, o consumo da água será feito até atingir a quantidade necessária para a limpeza, evitando desperdício. 

» É importante reservar uma quantidade de água da caixa para a sua utilização nas etapas finais de limpeza. Deixe uma reserva de aproximadamente um palmo de nível na caixa. 

» Tampe a saída com um tampão ou pano, feche o registro de saída, para evitar que a água com sujeira que ficou no fundo desça pela tubulação de distribuição da casa. 

» Utilize a água de fundo para lavar as paredes e o fundo da caixa com um pano limpo. Evite o uso de escova de aço e vassoura. Nunca use sabão, detergente ou outro produto. Retire a água da lavagem e a sujeira com uma pá de plástico, baldes e panos. Utilize panos limpos para secar o fundo. Evite passá-los nas paredes da caixa. 

» Ainda com as saídas da caixa fechadas, deixe entrar um palmo de altura de água e adicione água sanitária na proporção de 100 mililitros de água sanitária para cada 100 litros de água na caixa d'água e deixe por duas horas. Com uma luva, brocha, balde ou caneca plástica, molhe as paredes internas com essa solução desinfetante. A cada 30 minutos, verifique se as paredes internas da caixa secaram. Caso isso ocorra, faça nova aplicação dessa mistura até completar as duas horas. Não use de forma nenhuma essa água durante esse tempo. 

» Passadas as duas horas, ainda com o registro de entrada fechado ou a boia amarrada, esvazie a caixa abrindo todas as torneiras da casa e acionando as descargas, de modo a deixar toda a água de lavagem sair. Assim, estará desinfetando toda a tubulação. Para evitar o desperdício, use essa água para lavar pisos e calçadas. 

» Lave a tampa com água corrente e tampe adequadamente a caixa d'água para que não entrem pequenos animais, insetos ou sujeiras. 

» Anote a data de limpeza numa etiqueta e cole na caixa. 

» Abra o registro de entrada da água ou solte a boia para que a caixa fique novamente cheia. Para evitar o acúmulo de ar no encanamento da casa, deixe as torneiras abertas até que a água comece a sair.

FONTE: Jornal Estado de Minas