Como reduzir gases corrosivos como o H2S nos sistemas de esgotamento sanitário

Como reduzir gases corrosivos como o H2S nos sistemas de esgotamento sanitário

Corrosao e odores desagradaveis: um grande desafio das operadoras de saneamento no Brasil.

Em muitas cidades do Brasil, elevatórias e estações de tratamento de esgotos implantadas recentemente já apresentam grau elevado de deterioração necessitando de intervenções e reinvestimentos para sua recuperação. Gases corrosivos, em especial o H2S, são identificados como os grandes vilões. Em um país em que o investimento em saneamento precisa ser ampliado exponencialmente, as concessionárias devem buscar soluções para aumentar a vida útil e a eficiência das suas unidades, viabilizando novos investimentos na implantação de sistemas de esgotamento sanitário em localidades ainda não beneficiadas com esse serviço.

Uma alternativa para solucionar esse problema é oferecido pela Yara Industrial (Knowledge Grows) apresentando o Nutriox. Mais de 2000 cidades em todo o mundo já utilizam esse produto que pode resolver esses dois graves desafios do saneamento básico no Brasil: as reclamações dos clientes e comunidade vizinha quanto ao mau cheiro gerado nas elevatórias e estações de tratamento de esgotos e a degradação das suas unidades e estruturas provocadas pela corrosão.

No Brasil, há uma solução mais simples com o produto Neutrogeo, produzido pela indústria mineira Miika Nacional, que promete benefícios similares aos do Nutriox. A Miika Nacional é "pioneira e detentora da tecnologia de fabricação e aplicação do alcalinizante Hidróxido de Cálcio em Suspensão" e já está fornecendo o Neutrogeo para várias empresas de saneamento do Brasil.

Há também a possibilidade de utilização do Peróxido de Hidrogênio (27%) que, por meio da oxidação orgânica e inorgânica de poluentes, reduz a geração de gases que causam corrosão e maus odores. A Natural Naturalar - Purificadore de arSistemas de Tratamento de Ar é uma empresa tradicional de São Paulo que oferece esse produto.

Há outas pesquisas, soluções e produtos oferecidos no mercado e as empresas operadoras de saneamento precisam conhecê-los para ter condições de enfrentar esse grande desafio.

Veja abaixo detalhes sobre esses produtos e suas vantagens anunciadas pelos respectivos fabricantes:

"Nutriox®: um tratamento eficaz para a prevenção de H2S

http://www.yarabrasil.com.br/images/564-58881LP%20carousel%20image%201%20-%20SUPPL.jpg

 

Sulfeto de hidrogênio, ou H2S, é um gás tóxico frequentemente encontrado em sistemas de esgotos, obras de tratamento de esgoto e estações de tratamento de águas residuais industriais. Desenvolve-se nos esgotos por causa de atividade biológica nas águas residuais.

Existem muitos sistemas de combate à poluição por odor ligada ao sulfeto de hidrogênio. Algumas soluções só mascaram o problema, já outras, como o Nutriox, são preventivas. O Nutriox é um processo natural desenvolvido pela Yara desde o final dos anos 1980. Ele é usado por municípios em centenas de localidades com problemas de sulfeto de hidrogênio.

O Nutriox é um sistema que evita a liberação do sulfeto de hidrogênio e os odores que ele produz. O Nutriox age na origem do problema e injeta automaticamente quantidades exatas de nutrientes, onde e quando necessário, nos sistemas de esgoto ou obras de tratamento de esgoto. Usando modelagem complexa e equipamentos para dosagem, ele assegura a taxa de injeção ideal para eliminar reclamações de odores da comunidade, e também evitar o risco de exposição do empregado ou do público a este gás altamente tóxico.

Desde 2010, o H2S tem sido considerado um gás tóxico pela União Europeia. O gás é mortal se as concentrações se tornarem muito grandes (> 1000 ppm) e sua presença é geralmente detectada por seu odor característico de "ovos podres". No entanto, acima de uma determinada concentração, o sulfeto de hidrogênio anestesia o nervo olfativo, de modo que o aroma não pode ser detectado. Daí a importância de medidas preventivas, como o Nutriox, fornecido pela Yara.

Se você tiver reclamações de odor na comunidade em torno de sua instalação por causa da liberação de H2S, deve-se implementar uma solução para remover o H2S. Se o problema estiver no seu esgoto ou na rede de esgoto, deve-se prevenir que ele se forme de novo.

O Nutriox® da Yara oferece uma solução preventiva contra o H2S e o odor provocado por ele. Esta solução inclui um conjunto completo de serviços:   

  • Diagnóstico do local para identificar a fonte de sulfeto de hidrogênio
  • Tratamento preventivo
  • Monitoramento da dose

A dosagem dinâmica do Nutriox permite que locais com problemas de H2S eliminem o odor e evitem a exposição dos trabalhadores do ETE ao gás tóxico. O equipamento de dosagem especialmente desenvolvido responde aos fluxos específicos e outras características da rede para alcançar a taxa de utilização ideal.

Ao contrário de alguns outros métodos de tratamento, dosagem controlada de Nutriox não tem impacto negativo no processo de tratamento de águas residuais e Nutriox também pode lutar contra os efeitos corrosivos do sulfeto de hidrogênio.

A Yara desenvolveu o Nutriox, um processo que impede septicidade causada pela falta de oxigênio nas tubulações da rede de esgoto e da ETE. O Nutriox é uma mistura de nitratos especialmente desenvolvidos pela Yara, com resultados comprovados em centenas de sistemas de esgoto para lutar contra os efeitos corrosivos do sulfeto de hidrogênio. Comunidades em todo o mundo, como Nova York, Paris, Colônia e Montreal, usam o Nutriox contra o H2S.

Uma característica do sulfeto de hidrogênio é que ele corrói estruturas de esgotos e ETE. Ele ataca o concreto, cobre, ferro e prata. No ambiente quente e úmido dentro de um esgoto, o sulfeto de hidrogênio será oxidado em ácido sulfúrico pela bactéria Thiobacillus (gram-negativas) nas paredes da tubulação. Este ácido sulfúrico é corrosivo e ataca instalações de águas residuais e a infraestrutura de tratamento de esgoto. A corrosão afeta particularmente as partes submersas de estruturas em esgotos ou ETE.

04 Thiobacillus

O H2S que resulta desta condição degrada gradualmente no tubo até que ele realmente entre em colapso. A velocidade de corrosão dependerá da extensão da septicidade e a eficácia de um tratamento contra o H2S na rede. Prevenir problemas de odor de H2S com Nutriox também combate a corrosão e evita o a ruptura de tubos."

http://www.yarabrasil.com.br/quimicos/odores-inconvenientes-e-prevencao-contra-H2S/

http://www.yarabrasil.com.br/quimicos/odores-inconvenientes-e-prevencao-contra-H2S/H2S-na-planta-de-tratamento-de-efluentes/

 

"O NEUTRAGEO é um produto desenvolvido para tratamento de efluentes e processos industriais, que proporciona grande eficiência no controle e manutenção do pH e maior estabilidade do processo. É um Hidróxido de Cálcio em Suspensão Aquosa, pronto para uso, que possibilita a automação e otimização dos processos de alcalinização.

APLICAÇÕES: Neutralização e elevação do pH; Precipitação de metais pesados; Aumento da eficiência na alcalinização; Estabilização do pH em reatores biológicos; Redução de odores em efluentes; Adensamento do lodo gerado no processo.

VANTAGENS: Proporciona maior alcalinização do meio; Estabilização e controle do pH; Totalmente fluido; Total eficiência na automação; Simplifica e reduz manutenção de equipamentos; Economia de energia elétrica; Tempo de agitação recomendado: máximo de 40 minutos em 24 horas.

MEIO AMBIENTE E SEGURANÇA: O NEUTRAGEO é um produto seguro, não perigoso, que atende as legislações pertinentes; Não requer licença e controle da Polícia Federal para seu manuseio e utilização; Aplicação direta, sem necessidade de contato com o produto."

http://www.miikanacional.com/#features

 

"O Peróxido de Hidrogênio pode ser usado pra tratamento de ar, desinfecção de  ambientes, água, águas residuais, solos e lamas. Dependendo do objetivo, o H2O2 pode ser usado sozinho ou em combinação com outros processos para melhorar seu desempenho.

peróxido de hidrogenio

2H2O2 ----> 2H2O + O2
(peróxido de hidrogênio › oxigênio + água)

Peróxido de Hidrogênio (27%) Solução para controle de Odores e Corrosão: O peróxido é um forte oxidante eficaz no controle do odor causado por sulfetos e seus compostos presentes em sistemas de tratamento de esgotos urbanos e industriais.

Ele deve ser aplicado aos sistemas de esgoto, prevendo um tempo de pelo menos 30 minutos e não mais de 2,5 horas antes do ponto em que o sulfeto de hidrogênio é liberado para dar tempo à reação.

Durante o tratamento, o peróxido se decompõe em oxigênio e água, aumentando o oxigênio dissolvido no sistema. O peróxido a 27% da solução pode ser adicionado diretamente ao sistema de criação de odores com bombas dosadoras. Oxida o sulfeto de hidrogênio, mercaptanas, aminas e aldeídos e pode ser aplicado diretamente em resíduos aquosos contendo estes odores. Pode ser usado em lavadores de gases utilizados para removê-los da corrente de ar e se  os odores resultam da atividade biológica, o peróxido também pode ser adicionado como preventivo para eliminar as condições anóxicas que favorecem a geração de odores. Destrói o cloro residual e compostos reduzidos de enxofre como os tiossulfatos, sulfitos e sulfetos que formam ácidos corrosivos.

Hydrogen Peroxide (27%) Solution for Odor and Corrosion Control

DBO / DQO: o peróxido Oxida tanto poluentes orgânicos como inorgânicos que contribuem para a DBO e DQO;
Oxidação Inorgânica:  oxida cianetos, NOx / SOx, nitritos, sulfitos, hidrazina e outros compostos reduzidos de enxofre (odor / controle de corrosão).

Oxidação biológica: Hidrolisa formaldeído, dissulfeto de carbono, carboidratos, organofosforados e compostos de nitrogênio, água e vários polímeros solúveis; e (com catálise) destrói fenóis, BTEX, pesticidas, solventes, plastificantes, quelantes, e praticamente todo o tratamento orgânico que necessite."

http://www.tratamentodear.com.br/Desinfeccao-Ar-Peroxido-Hidrogenio.html

Leia também:

O bem de todos acima do interesse pessoal

- CEDAE-RJ: privatização é condicionante para ajuda do Governo Federal ao Estado

- ASSEMAE: em defesa do protagonismo municipal nos serviços de saneamento

Água mineral de garrafa: os perigos da contaminação