Pollutec-Brasil estará nas principais feiras industriais do país

Pollutec-Brasil estará nas principais feiras industriais do país

Durante quatro dias a 2ª Pollutec-Brasil, realizada de 04 a 07 de Abril no São Paulo Expo, em São Paulo, reuniu expositores brasileiros e europeus e viabilizou debates intensos e esclarecedores que abordaram problemáticas ambientais com a presença de especialistas e representantes de entidades de classes e de departamentos governamentais. Entre os destaques, o Fórum Cuidando do Futuro que discutiu os eixos Cidades Sustentáveis, Água e Saneamento, Indústria Sustentável e Resíduos.

O alcance da feira foi tão positivo que o diretor Igor Tavares anunciou a presença da Pollutec-Brasil nas principais feiras industriais do país. “Tivemos um resultado bastante positivo em termos de satisfação dos expositores, os resultados preliminares da nossa pesquisa apontam que a satisfação aumentou em relação ao ano passado. E um dos motivos foi o livre acesso dos visitantes que estavam na Feicon. A passagem de público entre ambas aumentou bastante o potencial de negócios e enxergamos aí uma forte possibilidade de atingir um público cada vez maior. Por isso, vamos verticalizar a força de Meio Ambiente da Pollutec, expandindo sua atuação para outras feiras organizadas pela Reed Exhibitions Alcantara Machado como a Expo Alumino, Fenasucro & Agrocana, Mecânica, entre outras”, declarou.

Tavares afirmou ainda que, desta forma, serão apresentadas soluções voltadas ao meio ambiente para cada nicho das feiras promovidas. “Para empresas que atuam com resíduos industriais, estaremos com uma ilha Pollutec na Mecânica, para aquelas que atuam em resíduos da construção civil, estaremos na Feicon, para o setor etanol e agrícola participaremos da Fenasucro & Agrocana. Segmentando dessa maneira vamos garantir uma entrega mais adequada e expandiremos a Pollutec pra todos os nichos de mercado”, explicou.

Expositores

Cristiana Rabusin, Gerente da Pollutec-Brasil, também comemora o resultado da segunda edição do evento. “Mesmo diante de um período ainda complicado economicamente, a Pollutec-Brasil foi um sucesso, muitos expositores conseguiram contatos importantes e os seminários tiveram um grande público discutindo diversos temas que envolvem as cidades sustentáveis”, afirmou.

Os próprios expositores ressaltam o bom resultado enfatizando a importância da feira para o setor. “Para a Estre é muito importante marcar presença neste Fórum de discussão e na própria Pollutec-Brasil. Mostramos que estamos alinhados e trabalhamos por um mundo mais sustentável. Essa foi uma oportunidade de falarmos um pouco sobre a nossa atuação e experiência em produção de energia a partir de biogás”, disse o Gerente de Energia da Estre, Igor Urasaki.

Sérgio Veríssimo Filho, Diretor da IA Sustentável, empresa que também participou da feira relatou que o estande recebeu a visita de diversos profissionais da construção, em especial arquitetos. “Foi muito intensa e interessante essa parceria que colocou nossa empresa em evidência”, afirmou.

Fórum trouxe alerta e cases de sucesso

O Fórum Cuidando do Futuro teve em todos os eixos de discussão, importantes debates envolvendo especialistas com a apresentação de cases de sucesso. Entre eles, estavam palestrantes de grandes empresas que mostraram o resultado de seus projetos ambientais e como uma mudança efetiva é possível. Rodrigo Simonato, gerente de ações corporativas da Coca-Cola Femsa Brasil, ressaltou a importância de debates como o promovido pelo evento e a troca de experiências. “Hoje economizamos o equivalente a 160 piscinas olímpicas de água por ano. Toda e qualquer solução ambiental, sustentável na qual você tenha economia de energia e água certamente irá te proporcionar um grande ganho econômico”, disse.

A Avon também levou para o Fórum seus projetos sustentáveis através da palestra da supervisora Elaine Leite que mostrou que é possível mudar a rotina de uma empresa. “Temos um grupo multidisciplinar que estuda formas e medidas para a redução do consumo de água. Hoje a Avon tem duas estações de tratamento de afluentes uma industrial e uma biológica. 8% do que é gerado na estação biológica é utilizado nas torres de resfriamento, o que significa que 100% das torres são de água de reuso. De 2003 até 2016 tivemos uma economia de 65 milhões de litros de água”, relatou.

Além do Fórum, uma visita técnica à usina Termoverde apresentou aos visitantes a viabilidade de se transformar lixo em fonte de energia limpa. A Termoverde Caieiras, de propriedade do grupo Solvi, é a maior termelétrica movida a biogás do país. Ela gera energia limpa a partir dos resíduos urbanos depositados no aterro. A fonte é o metano presente no biogás, uma forma sustentável de utilização dos gases do aterro, além de gerar créditos de carbono. A geração de energia é de 250 mil MWh ao ano, o suficiente para atender uma cidade de cerca de 300 mil habitantes com energia elétrica sustentável. “Foi uma experiência importante para os visitantes da Pollutec-Brasil. Além de conhecerem projetos e estudos no Fórum Cuidando do Futuro, conferirem as novas tecnologias e avanços oferecidos pelos expositores, eles também poderem participar desta visita técnica monitorada que mostra na prática mais um caso de extremo sucesso no Brasil na geração de energia limpa”, afirmou a Gerente do Evento Cristiana Rabusin.

FONTE: DINO